Diga: Renato!


domingo, setembro 16, 2001
Luma, Caetano Veloso e o casaco de FH
[Da coluna Nhenhenhem de Jorge Moreno - O Globo]


"Deslumbrante. Foi como FH definiu Luma de Oliveira para Aécio Neves.

— Depois que ela disse que me apóia, você acha ainda que eu vou me incomodar com o Caetano Veloso? — perguntou FH a Aécio.

O governador Tasso Jereissati, anfitrião do jantar para FH que contou com a presença de Luma, ficou impressionado com o entusiasmo de FH. Tanto que, a certa altura, foi obrigado a dizer:

— Fernando, tudo bem que você olhe. Mas não dá para olhar um pouco também para os prefeitos e vereadores que vieram aqui ?

Não deixou de ser uma resposta à vingança de FH. Logo na chegada ao Ceará, vestindo uma horrorosa e velha jaqueta verde, FH recebeu um elogio de Tasso:

— Que elegância! É homenagem ao Ceará?

Percebendo a ironia, FH ameaçou:

— Me aguarde!

Quando os repórteres perguntaram se estava fazendo as pazes com Tasso, FH respondeu:

— Pazes? Nunca estivemos brigados. Esta linda jaqueta, por exemplo, foi o Tasso que me deu."



Os Organizadores da Fórmula 1 foram bastantes sensatos hoje no GP da Itália. Cancelar o pódio era um exagero, não ter o tradicional banho de champanhe foi de bom tamanho. Se queriam mostrar humanidade, deveriam ter enviado uma mensagem para o Zanardi durante a cerimônia, por exemplo.



Será George W. Bush o presidente que os americanos confiarão para uma guerra dessa dimensão?



Os atentados terroristas nos EUA serviram para a Globo desenterrar o repórter Luis Fernando Silva Pinto.



sábado, setembro 15, 2001
Quando soube do ataque terrorista aos Estados Unidos fiquei pensando que era o início da ruína da grande potência. Talvez ainda não seja, mas como será que os Estados Unidos cairão? Sim, pois essa liderença não será eterna. Até Roma caiu.



Só não gosta de mim quem não me conhece ou é burro. É questão de escolha.



sábado, setembro 08, 2001
Saibam todos que Nena, a Espanhola, não ficou satisfeita com meus comentários aqui. Confesso que não entendi o motivo, talvez nem ela, mas o fato é que ela conseguiu o que queria, um motivo para se revoltar comigo. Decisão tomada, resolução aceita. Desejo felicidades e sucesso.



Isabelly sofreu uma grande perda. Dessas de derrubar qualquer um. Isabelly só não perde uma coisa, a coragem. Isabelly vence cada vez que supera uma dessas batalhas. A guerra deixa marcas cujo o próprio término não consegue remover. Isabelly é heroína, dessas de chefiar os Super-Amigos. Isabelly precisa apenas não alimentar rancor e ser menos severa com os outros, nem todos são heróis como ela. Mas Isabelly reina, na sua forma influente e soberana.



Nesse 7 de setembro de 2001 fui apresentado oficialmente ao meu xará pela Tia Mu. Um bom papo que levou a confirmação do que eu já suspeitava. Conhecerem-se foi a melhor coisas que aconteceu para ambos nesse momento de suas vidas. Tia Mu, toda assanhado com o namorado, ficou falando mentiras a meu respeito. Mas não há de ser nada, só não gosta de mim quem não me conhece ou é burro. É questão de escolha.



A Marinha do Brasil, novamente, teve a honra de me receber para uma visita. Dessa vez falo do Porta-Aviões São Paulo, ao qual fui convidado para conhecer. Um projeto muito interessante a um custo razoável, fez muito bem a Marinha em adquiri-lo. Do alto dele, pude ver como o outro Porta-Aviões, o Minas Gerais, é pequeno. Para se ter uma idéia, o São Paulo nem passa em baixo da Ponte Rio-Niterói. Foi um belo passeio e a Marinha, mais uma vez, está de parabéns por ter me convidado. E eu só tenho a agradecer à Pcmarrodri pela companhia, lembrança e oportunidade que me proporcionou.



Pois é. Estive um pouco sumido, tentava descobrir de onde vim. Mas, nesse período, muita coisa aconteceu. Coisas boas, claro. Porém, infelizmente, não posso revelar agora de pronto. Só algumas delas, as que não envolvem nome de ninguém. Vocês terão de aguardar a prescrição desses eventos para que eu os torne público.